ABC da Prevenção: no Dia Mundial de Combate à Meningite, Bene Rio Preto reforça a importância de conhecer a doença

Nesta sexta-feira (24) é celebrado o Dia Mundial de Combate à Meningite, uma doença séria que possui sintomas que se confundem com outras patologias. E, mais grave que a doença, é a desinformação da população sobre seus sintomas, gravidade e formas de prevenção.

 

Uma pesquisa encomendada pela companhia farmacêutica GlaxoSmithKline (GSK) e conduzida pelo Instituto Ipsos MORI, em 2019, mostra que apenas 50% dos responsáveis no Brasil sabem que a Meningite pode deixar sequelas severas, como perda auditiva e perda de membros.

 

Por isso, neste momento em que o mundo inteiro enfrenta uma pandemia causada por um novo vírus, mais do que nunca é importante manter a caderneta de vacinação atualizada e não descuidar na prevenção contra diversas outras doenças graves como a meningite.

 

MAS AFINAL, O QUE É A MENINGITE?

É uma doença que pode ser causada por bactérias, fungos e vírus, e provoca inflamação na meninge (membrana que envolve o cérebro e a medula espinhal). A mais grave é a meningite bacteriana, causada por um grupo de bactérias chamadas meningococos. Esta pode deixar sequelas e até mesmo levar a óbito em 24 horas, mesmo com tratamento médico adequado.

 

Muitos pais não têm ideia de que seus filhos podem estar vulneráveis à doença por não terem sido imunizados. Por isso, hoje, a Bene Rio Preto reforça a importância da atualização da carteira de vacinação de todos, em especial das crianças.

 

TRANSMISSÃO

Por ser uma doença infecciosa, a meningite pode ser transmitida de uma pessoa para outra por meio do contato direto com gotículas respiratórias (tosse, espirro, beijo e contato com objetos contaminados).

 

SINTOMAS

Os sintomas iniciais (fraqueza, febre, irritabilidade, dor de cabeça, perda de apetite, náusea e vômito) podem ser facilmente confundidos com outras doenças, como a gripe ou até mesmo o novo coronavírus. Por isso, fique atento aos outros sinais que o paciente pode apresentar como pequenas manchas arroxeadas na pele, rigidez na nuca e sensibilidade à luz.

 

MENINGITE NO BRASIL

Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2019, foram registradas 1.037 ocorrências no Brasil, sendo que as regiões Sudeste (556 casos), Sul (182 casos) e Nordeste (176 casos) apresentaram os maiores números de casos notificados.

 

PREVENÇÃO

A vacinação é a principal forma de prevenção contra a doença. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferta gratuitamente quatro vacinas imunizantes que protegem contra as principais causas de meningite bacteriana, que é a mais grave delas: BCG, Pentavalente, Pneumocócica 10 valente e Meningocócica C.

Outras formas que podem ajudar na prevenção incluem evitar aglomerações e manter os ambientes ventilados e limpos.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags